Gongo Tibetano

Gongo Tibetano

imgongo- Gongo Tibetano

Eles são Belos e misteriosamente Poderosos…
Produzem o som do AUM, a energia que dá origem a criação material. Alcançam outros tempos, outras dimensões e mentes. O som e a música produzida pelos Gongos desperta a memória celular e tonifica o nível de energia do corpo.
Um gongo é um tesouro inestimável.
Um conjunto de Gongos é um Milagre!

O QUE É O GONGO TIBETANO 

Acredita-se que a origem dos gongos vem de antigos alquimistas e pré-xamãs  budistas do Tibete, datando antes da idade do bronze na China , aproximadamente 30 séculos atrás, e o modo como eles são produzidos são mantidos em profundo segredo, e quando questionados os monges tibetanos são evasivos, dizendo que os usam apenas para manter cereais, mas é difícil imaginar um objeto feito artesanalmente e que pode vibrar diferentes e simultâneos tons, cada um com uma frequência única e mantendo a reverberação por um longo tempo, sendo usados para guardar grãos. Não existe absolutamente nenhum documento escrito sobre os gongos em parte alguma das sagradas escrituras orientais. É estritamente proibido falar sobre os gongos nos templos tibetanos. Atualmente alguns gongos encontrados nas em monastérios, templos e algumas casas particulares, no entanto, sabe-se que são produzidos com uma fórmula de Bhasma, ou seja, numa noite em que as estrelas propícias para alquimizar os diferentes metais, sendo que todos os metais devem estar na proporção, produzindo assim a liga perfeita. Dizem que atualmente esta fórmula perdeu-se. Os diversos metais representam as diferentes influências planetária, sendo: ouro – o sol, prata – a lua, mercúrio – o planeta  mercúrio, cobre – Vênus, ferro- Marte, estanho – Júpiter, chumbo – saturno. Segundo as lendas, as lendas, alguns metais usados eram retirados de meteoritos encontrados nos cumes das cordilheiras dos Himalaias. Juntos todos esses metais, num determinado momento, corretamente alquimizados produzem um profundo som que pode penetrar no corpo e na mente. O som de todos os instrumentos musicais está contido no AUM, e, segundo os monges, os poderes do som concebidos pelos gongos devem ser mantidos em segredo. De acordo com os budistas o som do AUM representa a mente de Buda, e é o som que emana dos grandes abismos que existem nos Himalaias. Como eram produzidos artesanalmente, cada gongo tem um som único e exclusivo.

INSTRUÇÕES PARA USO

Deve –se segurar o gongo com a palma da mão aberta, permitindo assim a vibração livre, enquanto com a outra  mão  percorre –se  um bastão de madeira na borda externa , em sentido horário, com uma leve pressão , angulação e  velocidade é  alcançada , o gongo começa a produzir o AUM. E quando mais se utiliza, mais o som se torna puro. De acordo com a metodologia védica, o elemento material grosseiro mais elevado é o éter, onde ficam resguardados o passado, o presente e o futuro. O gongo é usado para esterilizar o elemento éter e purificar o ambiente, destruindo as energias negativas.
É usado também para centralizar a concentração , ajudar na meditação , induzir a transe e estabilizar e alinhar os chacras
Alguns lamas tibetanos de alta posição usam os gongos  em  rituais secretos para deslocar-se a outras dimensões , outros mundos e para  fins telepáticos. Os gongos têm um poder místico vivo, e quando eles são tocados interagem de formas distintas nas diferentes pessoas e ambientes . O som e a sensação de um enorme gongo vibrando no peito de alguém é poderoso e indescritível, a vibração é transmitida via esqueleto para o corpo inteiro. Uma prolongada sessão de vibração leva ao relaxamento a nível celular. Devido a esta propriedades os gongos são incorporados a uma enorme variedade de uso terapêutico e profilático. Na verdade, há uma infinidade de benefícios atribuídos ao gongo. Faça um teste você mesmo e comprove os efeitos altamente positivos!!!

Postado por Deborah Emeterio 
http://capellaindiana.blogspot.com.br/2014/04/gongo-tibetano.html
Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

RETRATO DE MÃE – DOM RAMON ANGEL IARA, BISPO DE LA SERENA – CHILE (TRADUÇÃO DE GUILHERME DE ALMEIDA)

images (1)

RETRATO DE MÃE

Uma Simples mulher existe que, pela imensidão de seu amor, tem um pouco de Deus;

e pela constância de sua dedicação, tem muito de anjo;
que, sendo moça pensa como uma anciã e, sendo velha , age com as forças todas da juventude;

quando ignorante, melhor que qualquer sábio desvenda os segredos da vida e, quando sábia, assume a simplicidade das crianças;

pobre, sabe enriquecer-se com a felicidade dos que ama, e, rica, empobrecer-se para que seu coração não sangre ferido pelos ingratos;

forte, entretanto estremece ao choro de uma criancinha, e, fraca, entretanto se alteia com a   bravura dos leões;

viva, não lhe sabemos dar valor porque à sua sombra todas as dores se apagam, e, morta tudo o que somos e tudo o que temos daríamos para vê-la de novo, e dela receber um aperto de seus braços, uma palavra de seus lábios.

Não exijam de mim que diga o nome desta mulher se não quiserem que ensope de lágrimas este álbum: porque eu a vi passar no meu caminho.

Quando crescerem seus filhos, leiam para eles esta página: eles lhes cobrirão de beijos a fronte; e dirão que um pobre viandante, em troca da suntuosa hospedagem recebida, aqui deixou para todos o retrato de sua própria Mãe.
  delicaseza


Publicado em Poema, Uncategorized | Deixe um comentário

FELIZ ANO NOVO ASTROLÓGICO A TODOS ! O Novo Ano Astrológico e a regência de Saturno.

sistema solar

FELIZ ANO NOVO ASTROLÓGICO A TODOS !

O Novo Ano Astrológico e a regência de Saturno.

(Via: Edina Silva Santos – Créditos: Fatima Brazão)

 

Amanhã teremos o equinócio e o início de um novo ano astrológico com a entrada do Sol no signo de Áries as 7h28min. Estaremos também encerrando o grande ciclo de 36 anos do Sol e entrando no de Saturno. Teremos também um novo ciclo de Vênus que em sua dança em torno do Sol traça uma estrela de cinco pontas no zodíaco. Todos esses eventos estarão marcando uma mudança de energia que terá um impacto forte nos próximos anos.

Os dois grandes ponteiros do relógio do zodíaco são representados por Júpiter e Saturno; um é o senhor do tempo e o outro o Senhor do espaço.

Saturno é o regente de Capricórnio e Aquário e atualmente está no signo de Sagitário. Saturno é considerado o avô do universo, o velho senhor de barbas brancas com a ampulheta na mão; o Titã que devora os próprios filhos lembrando que tudo tem um tempo. Saturno é o limite entre os planetas visíveis e invisíveis do sistema solar, rege em nosso corpo a pele que também separa o nosso mundo externo e interno. Regente do primeiro sistema de evolução Saturno teve como função criar o reino mineral presente em nossos ossos e o que nos dá estrutura e sustentação para o corpo físico.

Capricórnio é simbolizado pela cabra montanhês que escala passo a passo o topo da montanha nos ensinando a importância da persistência, esforço, responsabilidade e trabalho para alcançar as nossas ambições. Com Saturno as conquistas são fruto de muito empenho, dedicação e nada cai do céu, mas conquistado mas que também vem com o doce saber de missão cumprida.

A energia de Plutão é comparada com a da bomba atômica que tem um imenso potencial de transformação capaz de alterar a própria matéria. Plutão está em Capricórnio promovendo o desmoronamento das velhas estruturas de sustentação do mundo, a econômica. Muito embora passe desapercebido para alguns, já estamos vivendo uma grande guerra só que agora ela é financeira, manipulada pelos Titãs gananciosos. Realmente Plutão veio para abrir os portais do inferno revelando o que há por trás e os jogos sujos de controle, manipulação e poder.

O impacto dessas revelações deve provocar um impacto suficientemente forte para transmutar esse velho ciclo que pelo cheiro já está se decompondo.

A entrada do ano astrológico com Saturno no signo de Sagitário vem revelar também tudo aquilo que não tem um compromisso com a ética, com a justiça, com a verdade e com uma filosofia de vida superior. Saturno em Sagitário representa a polícia federal na vida de cada um de nós, revelando e cobrando nossas pendências cármicas. Ele vem nos falando de limites e barreiras, mas não a que devemos levantar por medo, mas aquelas que precisamos derrubar, como por exemplo, a do preconceito.

Saturno é o grande cobrador e já chegou cobrando de nós ética, justiça, coerência com nossa real filosofia de vida e o que precisamos transcender. A flecha de Sagitário aponta para cima para a Luz e é ela que vem banhar o nosso rosto revelando a verdade nua e crua.

Saturno também é o antigo regente de Aquário, Urano o atual que está em Áries promovendo as grandes revoluções e criando novas redes de comunicação entre os homens para que não dependam mais desse velho sistema.

Plutão ficará em Capricórnio até 2024 quando deverá renascer como fênix quando entra em Aquários e quando Netuno se despede de Peixes e Júpiter estará presente no signo de Touro, trazendo um novo ciclo de prosperidade e abundância.

Temos sete anos de preparação para entrarmos alinhando com a nova Era ainda, mas somente daqui a 36 anos é que tudo isso poderá ser usufruído.

Saturno estará em conjunção com a Lua amanhã e sabemos que ambos simbolizam o passado da humanidade e certamente deveremos acertar contas com o passado e os nossos ancestrais.

Júpiter o outro ponteiro do relógio estará em Libra indicando que tudo isso irá se refletir no campo dos relacionamentos e Júpiter sempre vem ensinar uma lição que nesse caso deve ser a de compartilhar, dividir e unir. Precisaremos aprender também a ter ética, gentileza, diplomacia, respeito e ter elegância na relação com o outro. Aprender que toda relação deve ser de igualdade e não a de competitividade.

Enquanto Netuno ainda estiver em Peixes teremos a oportunidade de cumprir com a tarefa que o Cristo, o seu dirigente nos deixou que foi o de amar ao próximo como a si mesmo. E quem não estiver com a tarefa em dia não estará apto para a nova Era. Será preciso ter um estado Crístico de Ser.

Vênus em Áries pede para trabalharmos a auto estima, o auto respeito, pede para que sejamos a expressão do amor porque não podemos cobrar por aquilo que não somos capaz de oferecer.

Saturno na passagem do ano estará a 27º de Sagitário alinhado e pulsando junto com o centro da nossa Galáxia. Dizem que o centro da galáxia tem um grande buraco negro, assim como também o centro da terra oculta de um novo sol, Shamballa onde dizem que a Luz é tanta que em escuro se transforma. A Luz a princípio traz um choque na consciência por revelar o que sempre esteve diante de nossos olhos e que nunca conseguíamos enxergar.

Como preparação para a entrada do novo ano devemos alinhar o nosso cardíaco com o Sol do interior da terra, o Sol do Sistema Solar e o Sol central de nossa Galáxia. Três Sois que vem iluminar o nosso cardíaco, três Reis que vem revelar o nosso verdadeiro eu.
Que o Novo Alvorecer ilumine a todos nós.
Feliz Ano Novo!

Equinócio, Significado: O equinócio ocorre durante os meses de março e setembro, quando há mudança de estação. No momento do equinócio, a luz solar incide de igual maneira sobre o hemisfério norte e sobre o hemisfério sul.
No hemisfério sul (onde está incluído o Brasil), o equinócio que ocorre em março (dia 20 ou 21), marca o início do outono e o de setembro (dia 22 ou 23), marca o início da primavera. No hemisfério norte acontece situação inversa, em setembro inicia o outono e em março, a primavera.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Inicio

PORQUE BUSCAR A ESPIRITUALIDADE – PRÓLOGO Percebe-­se uma busca intensa pela espiritualidade. Pessoas estão sendo convidadas, estimuladas e até convocadas a se espiritualizarem.Observa­-se um…

Fonte: Inicio

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Astrologia Rara: De 7 de Janeiro a 6 de Fevereiro de 2017 Todos os Planetas Estão se Movendo Diretamente

A partir de 7 de janeiro até 6 de fevereiro de 2017, todos os principais planetas estarão se movendo direto (para frente). Os antigos interpretavam isto como um momento de grande fortuna e um tempo…

Fonte: Astrologia Rara: De 7 de Janeiro a 6 de Fevereiro de 2017 Todos os Planetas Estão se Movendo Diretamente

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

HÁBITOS JAPONESES QUE TODOS DEVERIAM SEGUIR: O Segredo

 

Costumes japoneses que todos deveriam seguir:

No Japão existem muitos hábitos e costumes que nos mostram porque de maneira generalizada, essa nação é tão longeva, organizada e harmoniosa em sociedade. Claro que não existe nenhum país perfeito, mas existem certas atitudes japonesas, comuns no dia a dia ou na alimentação que são grandes exemplos para outros países.

Alguns com certeza devem seguir alguns desses hábitos, mas de qualquer maneira, resolvi fazer uma pequena lista de bons hábitos japoneses que acredito que todos deveriam seguir. Fiquem à vontade para discordar ou para sugerir outros costumes japoneses interessantes que poderíamos adotar no nosso dia a dia.

Veja alguns destes hábitos:

  1. Tirar os sapatos ao chegar em casa

Em praticamente todas as residências japonesas você verá um genkan, uma espécie de degrau abaixo da entrada principal. Os japoneses costumam tirar os sapatos, deixando-os no genkan e entram na casa apenas de meias ou com suripas especiais que só são usadas no interior da residência. Esse hábito ajuda a evitar possíveis contaminações trazidas da rua, além de ajudar a manter a casa mais limpa.

Esse hábito de trocar os sapatos por suripas ou sapatilhas especiais também se estende às escolas, hospitais, fábricas de alimentos, entre outros locais. Tudo isso para evitar que a sujeira ou alguma contaminação entre para dentro do ambiente.

011

  1. Agradecer antes e depois das refeições

Os japoneses têm o hábito de iniciar a sua refeição com a palavra “Itadakimasu” (いただきます), que seria uma forma de agradecimento a todos aqueles que direta e indiretamente contribuíram para que aquela refeição pudesse estar à mesa. Ao terminar a refeição, eles dizem a frase “Gochisōsama deshita”(ごちそうさまでした), que pode ser traduzido como “Obrigado por esta refeição”

022

  1. Usar máscaras hospitalares

Durante o ano todo, percebemos um grande número de pessoas que usam máscaras hospitalares, seja por causa de alergias como o kafunsho (alergia ao pólen do Japão) viroses ou resfriados. Muitos podem estranhar esse hábito, mas ele ajuda um bocado a proteger o contágio de doenças como uma simples gripe e outras doenças contagiosas.

032

  1. Fazer ginástica antes de iniciar o trabalho

Os japoneses costumam fazer uma ginástica matinal coreografada antes do trabalho chamada de Radio Taiso. Seria uma espécie de aquecimento para o corpo começar o dia bem. Também é comum em escolas antes do início das aulas e também podemos ver muitos adultos e idosos fazendo ginástica taiso em parques ao ar livre.

042

  1. Não jogar lixo na rua

No geral os japoneses se preocupam em não sujar as ruas por onde passam, portanto quando não encontram lixeiras pelo caminho, eles costumam levar o lixo pra casa para jogar fora. Como no Japão não há funcionários de limpeza (gari) e são os próprios moradores locais que se revezam para catar o lixo e fazer a limpeza nas ruas, cada cidadão procura fazer a sua parte, contribuindo para o bem estar de todos.

052

6. Ajudando na limpeza

Nas escolas, os alunos ajudam a limpar a sala de aula e nas fábricas e empresas são os próprios funcionários que se encarregam da limpeza, incluindo o banheiro. Já nas residências, é a dona de casa e outros integrantes da família que cuidam da limpeza. Ter empregada doméstica e babás não é uma coisa comum no Japão e por isso a família toda procura contribuir de alguma forma nos afazeres domésticos.

061

  1. Separar o lixo

No Japão, se encontrarem um saco de lixo misturado, é certo de que o deixarão pra trás com um adesivo bem grande dizendo para fazer a separação correta. Como consequência, sua reputação perante a vizinhança não ficará nada boa. Dá trabalho? No início sim, por pura falta de costume, mas depois que se torna um hábito, você acaba achando uma “moleza” e percebe que é um esforço que vale a pena.

A sociedade japonesa é bem organizada e rigorosa em relação à coleta e separação de lixo. Tudo é devidamente separado como papelão, isopor, plásticos, garrafas PET,  garrafas de vidro, latas de alumínio, etc. Desta forma, é possível fazer uma reciclagem eficiente, reaproveitando o máximo possível, evitando o desperdício.

072

  1. Recolher o cocô do cachorro

Fala sério gente… não há nada mais desagradável do que pisar em uma m… de cachorro né? No Japão, raramente acontece isso, pois as pessoas levam seus cães para passear munidos de um saquinho e uma pazinha para recolher o cocô que eventualmente seus companheiros de estimação deixarem pelo caminho.

082

  1. Usar bicicleta como meio de transporte

Está aí uma coisa que admiro muito na sociedade japonesa. Eles usam bicicleta pra tudo, pra ir ao mercado, levar os filhos para a escola ou ir ao trabalho. Além de ajudar a reduzir o tráfego de carros nas ruas, também é um transporte ecologicamente correto, além de ser um hábito que ajuda a combater o sedentarismo.

091

10. Ter bons hábitos alimentares

A fama da longevidade dos japoneses está basicamente em sua alimentação, composta com muitas verduras, legumes e peixes, incluindo no café da manhã. Outro grande hábito alimentar japonês é o chá verde, consumido diariamente. O chá verde é muito benéfico para a saúde pois é rico em antioxidantes e nutrientes que ajudam a reduzir as taxas de colesterol, pressão arterial e os riscos de obesidade.

010

Via: Japão em Foco

 

 

 

Publicado em O Segredo, Saúde e bem-estar | Marcado com | Deixe um comentário

O Efeito Isaías e o poder da oração – de Gregg Braden

O Efeito Isaías – Manuscrito escondido por dois mil anos, revela o segredo do poder humano
“ Reconheçam o que é visível e o que está oculto ficará claro”. Gregg Braden.
A Matriz Divina é a rede de energia que conecta o nosso universo, constituída por uma rede de filamentos muito semelhantes àqueles presentes no nosso cérebro.

Em 1944, Max Planck, o pai da teoria quântica, chocou o mundo quando disse que existe um lugar que é pura energia, onde todas as coisas têm início e que simplesmente “É”. Segundo o pesquisador Gregg Braden, que há mais de 20 anos se dedica a estes estudos, recentes descobertas destacam a evidência de que existe realmente essa matriz de Planck e é a Matriz Divina. Planck afirmava que esta “Matrix” é a origem das estrelas, das rochas, do DNA, da vida e de tudo o que existe.
Microscopicamente, não há nada natural, tudo é vibração, tudo é feito de energia condensada. Vivemos em um universo de vibrações e nossos corpos são constituídos de vibrações de energia que nós emanamos constantemente. A ciência já provou, através da física quântica, que estamos todos conectados através de nossa vibração. Experimentações científicas demonstraram que nosso DNA muda com as frequências produzidas pelos nossos sentimentos e emoções, ou seja, vibrações. Isto ilustra uma nova forma de energia que conecta toda a criação. Esta poderosa energia, parece ser uma Rede Estreitamente Tecida que conecta TODA a matéria e, ao mesmo tempo, podemos influenciar essencialmente esta rede de criação por meio de nossas VIBRAÇÕES. Os experimentos comprovaram, também, que as frequências energéticas mais altas, que são as do Amor, impactam no ambiente, de uma forma material, produzindo transformações não só em nosso DNA, mas no ambiente que nos cerca. Isto tem um profundo significa: possuímos muito mais poder do que imaginamos.
Todos nós já ouvimos falar desse “poder” que possuímos, principalmente através da Bíblia, mas essa afirmação quase nunca passou de citações que entusiasmavam, mas não convenciam.

Que poder é esse e por que só agora chegou ao nosso conhecimento?
Tudo começou com a descoberta de um antigo manuscrito, o Grande Código Isaías, e outros textos essênios, nas Cavernas de Qnram, no Mar Morto, em 1946. Atribuído ao profeta Isaías, parece ter sido escrito há mais de 2000 anos, e descreve tudo aquilo que a ciência quântica começou a compreender só poucos anos atrás, ou seja, a existência de muitos futuros possíveis para cada momento de nossas vidas e que, na maioria das vezes, escolhemos inconscientemente. Cada um desses futuros encontra-se em estado de repouso, esperando ser despertado com as nossas decisões feitas no presente. O Código Isaías descreve com precisão essas possibilidades, numa linguagem que só agora começamos a entender. Isaías descreve a ciência que nos ensina como escolher o tipo de futuro que queremos experimentar.
A partir da declaração do manuscrito, com exemplos simples e claros, Greg Braden nos refere que existe uma tecnologia muito usada nos tempos antigos, que foi dispersa no quarto século, como resultado do desaparecimento e destruição de livros raros ou relegados às escolas de mistérios, mas que agora, após a descoberta dos Manuscritos do Mar Morto, estão reaparecendo. É uma tecnologia muito simples, conhecida universalmente com o nome de “Oração”. Aplicando corretamente, é possível obter coisas extraordinárias, além da imaginação humana. Mas claro! Quem não sabe disso? A maioria, podes crer! Senão, os milagres passariam a ser simples fatos cotidianos e não somente uma exceção. Com esta tecnologia, nós podemos realmente mudar o mundo.

Um modelo “perdido” de oração, que é quântico!
Os manuscritos achados no Mar Morto, é de uma importância considerável para a humanidade dormente, que até os dias de hoje, muitos ainda vivem à mercê de forças espirituais aleatórias, entregando o poder de seu destino nas mãos de qualquer outro ser, menos a si mesma. Nos mostram que nas mãos da humanidade se encerra um enorme poder, à espera de ser utilizado, mas que ainda não conhecemos. Explica como podemos escolher qual futuro desejamos experimentar, em sã consciência, revelando as chaves sobre o nosso papel como criadores de nossa realidade. Entre estas chaves encontram-se as instruções de um modelo “perdido” de oração, que a ciência quântica moderna sugere como o poder de curar nossos corpos, trazer paz duradoura no mundo e, até mesmo, prevenir as grandes tragédias climáticas que a humanidade poderia enfrentar.

Em que consiste essa tecnologia da oração e em que bases se apoia para que seja eficiente?
Gregg Braden diz que estamos sendo levados a aceitar a possibilidade de que existe um NOVO campo de energia acessível e que o nosso DNA se comunica com os fótons por meio deste campo. A chave para obter um resultado, entre os muitos possíveis já existentes, reside em nossa habilidade para sentir que nossa escolha já foi criada e está já acontecendo. Vendo a oração deste modo, como «sentimento», nos leva a encontrar a qualidade do pensamento e da emoção que produz tal sentimento: viver como se o fruto de nossa prece já estivesse a caminho.
A partir desta perspectiva, nossa oração, baseada nos sentimentos, deixa de ser “algo por obter” e se converte em “acessar” o resultado desejado, que já está criado. Com as palavras de seu tempo, os Essênios – os primeiros suspeitados de serem os responsáveis da conservação do conhecimento originário – nos lembram que toda oração já foi atendida. Qualquer resultado que possamos imaginar e cada possibilidade que sejamos capazes de conceber, é um aspecto da criação que já foi criado e existe no presente em um estado “adormecido” de possibilidades. Dessa forma, o futuro não é deterministicamente estabelecido, mas pode ser, também, alterado. Os essênios tinham uma visão holística da vida e, justamente por isso, consideravam os desequilíbrios da terra como um espelho dos desequilíbrios do corpo físico do homem. Mesmo as catástrofes naturais, as mudanças climáticas, são espelhos de grandes mudanças que estão ocorrendo na consciência humana.
Hugh Everett III, um físico da Universidade de Princeton, estudou a possibilidade de universos paralelos, chamando de “ponto de escolha”, o momento em que se pode sobrepor um efeito sobre outro no decorrer de um evento.
O ponto de escolha é a possibilidade da abertura de um vácuo, de uma ponte que permite mudar o caminho, passando para um outro resultado que se encontra em outro caminho paralelo: em síntese, é algo que nos permite dar um salto quântico de uma sequência de efeitos já experimentada a uma nova sequência com um êxito diferente. É como se a mesma história fosse escrita, prevendo finais diferentes: em um certo ponto, nos encontramos em uma bifurcação que nos permite obter um resultado ao invés de um outro. Por exemplo, se eu passo por um corredor, posso escolher de entrar nas salas que estão à direita ou à esquerda, mas só no final do corredor, posso sair e mudar de rumo, encontrar uma encruzilhada.
A nova física, admite que a experiência, ou mesmo a mera observação do cientista modifica a realidade; isso nos leva a crer que, se hoje, em nosso presente, formos capazes de introduzir uma pequena alteração, podemos então, escapar do efeito das profecias negativas, como já aconteceu, como resultado de uma concentração da energia do pensamento coletivo.
Usando o pensamento, sentimento e emoção unidos em nossa oração, podemos atrair os pontos de escolha e mudar os resultados previstos. Tudo isso, no fundo, nos leva à conclusão de que há uma profunda ligação entre nossos pensamentos coletivos, nossos sentimentos e nossas expectativas e a realidade externa. Esta forma de pensar era inerente à visão da vida dos essênios, como se revela nos escritos dos essênios de 2.500 anos atrás, os quais refletem a ideia de que os eventos externos são o reflexo de nossas mais profundas crenças internas.
Se Pensamento, Sentimento e Emoção não estão alinhados, não há União. Portanto: se cada padrão se move em uma direção diferente, o resultado é uma dispersão da energia. Pensamento, emoção e sentimento são a chave da tecnologia da oração e no interior de nós mesmos, devemos experimentar e sentir o que queremos realizar no exterior, precisamos sentir isto no corpo, nos pensamentos e sentimentos. Podemos dar o que temos, podemos expandir para fora de nós o que somos. Aquilo que desejamos, deve realizar-se contemporaneamente no pensamento, no sentimento e no corpo humano.
O pensamento e emoção, devem primeiro ser considerados separadamente e depois em conjunto, porque o pensamento deve ser o sistema de orientação que direciona nossas emoções.

Como se realiza:
O pensamento, mesmo sob a forma de imaginação, determina para onde direcionar a atenção e a emoção.
EMOÇÃO é a energia que nos faz ir na direção desejada, é a “fonte de poder”. Para Braden, nos extremos existem apenas duas emoções: o amor e a sua falta, muitas vezes identificada como medo. Logo, se você não está no Amor, você está no medo. E o medo atrai sempre aquilo que se teme.
Sentimento é a união de pensamento e emoção, de fato, para experimentar um sentimento, precisamos ter uma ideia e uma emoção. Então, o sentimento “é a chave da oração, porque a criação responde ao mundo do sentimento humano.”
Então, primeiro é importante entender e estar ciente dos pensamentos e emoções representados por nossos sentimentos, porque às vezes expressamos pensamentos que fundamentam emoções diferentes do que afirmamos, e assim, acabamos por realizar efeitos indesejáveis, ou fazemos de formas que a nossa Oração não funcione. Os pensamentos, em si mesmos, podem transportar certas expectativas, permanecendo potenciais desejos, mas são inertes se não forem acompanhados pelo poder da emoção. Muitas vezes, porém, a emoção que acompanha um desejo, caminha na direção oposta ao nosso desejo, mas não somos conscientes.
Se, por exemplo, desejo uma melhor saúde, sob o pensamento de melhora está introduzido o medo da doença, da pouca saúde que se tem, e essa emoção capacita exatamente o que se teme: a doença. Mesmo ao nível do pensamento, dizendo, “melhora”, implicitamente me focalizo em “não suficiente”, e se pensamos de não haver o suficiente, inconscientemente nos sentimos infelizes, ansiosos. Lembremo-nos das palavras do Evangelho: “Quem quiser, pois, salvar a sua vida, perdê-la-á.” Isso pode significar que, qualquer um que tenta se defender daquilo que pode prejudicar a sua vida, acaba focando a atenção justamente sobre o que se quer evitar, atraindo-o.
Braden diz que “nós mergulhamos na possibilidade da criação, um sentimento em forma de imagem, que é a parte da energia suficiente para desenvolver uma nova possibilidade. A chave deste sistema, no entanto, é que a criação restitui exatamente o que nossa imagem mostrou”.
A imagem mostra a sopa de criação, onde colocamos a nossa atenção. A emoção que ligamos à imagem, atrai a possibilidade da manifestação desta imagem.
Quando “nós não queremos algo – uma emoção baseada no medo . Nosso medo, na verdade, alimenta o que nós dizemos de não querer”.

Por que só agora tomamos conhecimento desse poder?
Até a Bíblia parece dizer que temos um poder desconhecido, e talvez, não por acaso, essa chave de leitura ”foi descoberta só em 1995, em um momento em que poderia haver uma consciência suficientemente alta entre as massas, que permite usar este poder. A humanidade desenvolveu uma nova consciência planetária, graças à força da tecnologia de oração em massa.
Diz Gregg Braden que Deus é puro amor, é energia e por ser energia, não morre, não desaparece, é imortal e está em todos os lugares. E como somos a imagem e semelhança de Deus, sabemos que somos energia e hoje podemos provar isso. Somos seres espirituais e não seres feitos de matéria. Vimos que, geneticamente, nosso DNA muda com as frequências que produzem nossos sentimentos, e que as frequências energéticas mais altas, que são as do Amor, impactam no ambiente, de uma forma material, produzindo transformações não só em nosso DNA mas em todo o ambiente. Quanto mais Amor deixarmos fluir por nossos corpos, mais adaptados estaremos para enfrentar o que possa acontecer em em nossas vidas. E podemos conduzir TODO o nosso planeta, mediante nossos pensamentos positivos em conjunto, para o melhor futuro possível.
Fonte: “O Efeito Isaias” – Gregg Braden

Analista internacional, designer, estudante (sempre!) da conscienciologia e projeciologia e terapeuta Reikiana. Acredito que podemos criar um mundo mais humano e amoroso, se trouxermos essa mudança para o âmbito pessoal.

LEITURA FOCADA

Fonte: http://www.revolutebrasil.com.br/blog/o-efeito-isaias-e-o-poder-da-oracao-de-gregg-braden/
Publicado em Espiritualidade | Marcado com , , , | 3 Comentários

Profecia Celestina – Filme Completo Dublado

Profecia Celestina

Publicado em Filme, Filme - Profecia Celestina | Marcado com | Deixe um comentário

Obtusa

Obtusa

– OBTUSA –

 

© 2009 Rosany Costa

http://www.rosanycosta.com.br/

Publicado em Cartões Poesia | Marcado com | Deixe um comentário

O que acontece na infância, não fica na infância – Por Revista Pazes – outubro 10, 2016

child-children-little-girl-696x462

Há tempos sabemos da importância da infância para uma vida adulta feliz e saudável psicologicamente. Recentemente li um livro que abordava o assunto. O autor citava o seguinte exemplo: se uma criança que chora e pede para ser alimentada é ignorada pela mãe, mas é alimentada, quando espera em silêncio, a criança grava em seu subconsciente, que quando quer alguma coisa não deve pedir, nem chorar, mas esperar, pois alguém vai perceber sua necessidade apenas em seu silêncio. Achei o exemplo esplêndido, porque apesar de fazer muito sentido e parecer lógico, é algo tão cruel, que eu não havia pensado nisso. Percebi o quanto pequenas atitudes podem influenciar o comportamento de um indivíduo a sua vida inteira, sem que o mesmo se dê conta. E infelizmente, conheci uma mãe que fez exatamente o descrito acima com sua filha. Desde que a mesma era bebê, ela dizia estar educando a filha.

Certa vez, tive a seguinte experiência com vizinhos de apartamento: as paredes não eram maciças o bastante para abafar os sons mais altos. Todos os dias a mãe das crianças parecia um anjo enquanto o marido estava em casa, falava baixinho e parecia a melhor mãe do mundo e esposa exemplar. Porém, assim que o marido saía de casa, a mulher começava a gritar com as crianças freneticamente. E por vezes trancava-as no banheiro ou no quarto para limpar a casa. O caso era claro: o casamento não ia bem, a mulher queria ser sempre melhor do que a ex-mulher do marido e tentava a todo custo manter a casa na mais perfeita ordem. Quando o homem chegava em casa, a mesma estava impecável, e a mulher parecia ser doce. Mas só até o momento do marido se ausentar novamente.

Eu me pergunto o que aquelas duas crianças vão levar para suas vidas adultas sobre essas experiências com sua mãe. Será que sempre verão no pai, o falso herói, que era capaz de transformar a mãe nervosa em uma pessoa calma e prestativa? Será que se darão conta algum dia, da oscilação terrível de humor a que eram submetidos diariamente, por conta da fraqueza da mãe? De que forma esse tipo de experiência afeta a vida das pessoas quando já adultas? E terão consciência dos problemas gerados na infância, que geram comportamentos inconscientes e que se repetem por uma vida toda? Será que todo estudo de psicologia e psicanálise nos permite mesmo olhar para trás e trabalhar tudo o que nos foi feito quando ainda éramos tão vulneráveis e vazios de aprendizado?

Não conheço as respostas para essas questões, mas gosto das dúvidas que elas geram. Conheço uma psicóloga que decidiu parar com toda sua vida profissional quando se tornou mãe. Ela sabia da importância fundamental dos dias infantis de sua filha. Para que a mesma venha a se tornar uma adulta feliz e segura, sem traumas e comportamentos oriundos de problemas inconscientes de uma infância mal vivida. Certamente muitas mães fariam o mesmo se soubessem do grau tão elevado de importância na vida de um ser humano que tem a sua infância.

Quer um filho saudável, feliz e bem-sucedido? Proteja sua infância. Viva seus dias com ele e para ele. O proteja de atitudes bobas como a da mãe que maltratava seus filhos toda vez que o marido saía de casa para o trabalho ou para seus passeios inusitados. O proteja da própria arrogância, de querer disciplinar seu filho que ainda mama no peito ou na mamadeira, o tornando um indivíduo que não saberá lutar por aquilo que precisa, mas possivelmente um fraco e covarde sem qualquer percepção do fato. Sem falar nas crianças molestadas, que sofrem vidas afetivas malsucedidas a vida inteira.

Ser criança é ser um indivíduo vazio que se enche com tudo aquilo que aprende através dos pais, da escolinha e das pessoas a sua volta. A criança absorve tudo ao seu redor, sem qualquer possibilidade de filtrar o que é bom do que é ruim. Se na maioria das vezes nem mesmo os pais percebem os quão falhos são, quem dirá as crianças.

Não somos responsáveis por nossa infância e nem pelo que fizeram conosco. Sobre isso e para isso, temos os recursos da psicologia.

Mas somos sim totalmente responsáveis pela infância de nossos filhos. E que todo amor seja destinado aos nossos. E quando necessário, vale buscar ajuda profissional, já que o assunto é tão sério, delicado e sim, muitas vezes difícil.

Porque o que acontece na infância, não fica na infância. Permanece a vida toda.

TEXTO DECarolina Vila Nova

Revista Pazes

Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!

Publicado em Artigo, Psicologia e Comportamento | Deixe um comentário