Arquivo do mês: maio 2009

Do que fala a canção mais linda

Poeta e Escritora Yohana Rinnardi Do que fala a canção mais linda   Do que fala a canção mais linda não diria eu. Inútil toda medida de traduzir, no breu, a Canção da Vida! Vem em ondas sutilíssimas derramar-se às … Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Acalanto, Acalento, Alento de um Anjo, Almas Perfumadas, Atemporal, Calmaria, Consciência Negra, Das flores que eu adivinho…, De tudo, Desse sol se nutrem as tuas flores, Dia da Fraternidade Universal, Do que fala a canção mais linda, Do que fala a canção mais linda (Yohana Rinnardi), do que vejo céu, Encantamento, Poesia, poesia | Marcado com | 2 Comentários

Rumo ao prumo…

Rumo ao prumo… Rosany Costa (Plenytude) Esse silêncio, próprio da madrugada, não incomoda tanto quanto o da alma. Nem sei se seria este o termo correto, silêncio. Talvez deva denominar este estado de vazio, oco… Nada parece consistente além da … Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Prosa Poética, prosa poética, Rumo ao Prumo - Rosany Costa, Rumo ao prumo... | Deixe um comentário

Atemporal

“A Persistência da Memória” – Pintura de  Salvador Dali Poeta e Escritora Ligia Tomarchio       Atemporal Ligi@Tomarchio® Tic-tac Tic-tac Coração vazio. Tum … tum … Horas vazias Sonhos … Longo túnel percorrido nenhuma luz. Sol, onde estás? Sonâmbula … Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Atemporal, Atemporal (Ligi@Tomarchio®), Poesia, poesia, tradução | 2 Comentários

Magia dos Cupidos

       Magia dos Cupidos      Que alegria trazê-lo no pensamento…   – todas minhas lembranças são belas!   À minha volta tudo parece colorido,   como ternas pinceladas de aquarelas.     Há deliciosa magia em nosso … Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Magia dos Cupidos, Magia dos Cupidos (Daura Brasil), Poesia, poesia | 2 Comentários

Das flores que eu adivinho…

Poeta e Escritora Célia de Lima Das flores que eu adivinho… (Célia de Lima) A chuva fina de um outono Consente alguns raios de sol… O vento versa, e eu tenho o sono Dos que não têm pressa ou ideal. … Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Das flores que eu adivinho (Célia de Lima), Das flores que eu adivinho…, De tudo, Poesia, poesia | 2 Comentários

Acalento

A c a l e n t o Acalenta-me o ardor, o seu carinho! Não, não sabe o quanto me deleito… Jamais me hão de dar outro assim! Ah! quero-o muito… – só pra mim!… Embriaga-me celeste noite enluarada, com … Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Acalento, Poesia, poesia | 2 Comentários

Repousa nas Ramagens das Papoulas…

Poeta e Escritora M.Ângela Castro NÃO COMUNGO COM NENHUM RITUALISMO RELIGIOSO, APENAS PESQUISO, ESTUDO E ESCREVO POR INSPIRAÇÃO E CORAÇÃO…PARA ENTENDER MEUS TEXTOS PRECISA-SE IR MUITO ALÉM DA RAZÃO….PENETRAR A MINH’ALMA..O QUE POUCOS CONSEGUEM E OS AMIGOS QUE AQUI FAÇO … Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em amiga_poeta, papoulas, Prosa Poética, prosa poética, Repousa nas Ramagens das Papoulas (Maria Ângela Castro), Repousa nas Ramagens das Papoulas… | 2 Comentários

Alma Poeta

Alma Poeta A alma poeta é uma engenhosa expressão divina, que guarda dentro de si, palavras silenciosas e sentidas que encerram seus segredos!… Mas, quando desperta para a arte, sente um indescritível deleite em versejar, para acalentar o coração, daquele … Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Alma Poeta, Alma Poeta (Daura Brasil), Prosa Poética, prosa poética | 4 Comentários