Dia do Amigo

                               
           
As palavras nada sabem desse olhar

(Yohana Rinnardi)

Não me digam as verdades dos amigos.
Quando eu os encontrei
eu aprendi por mim sobre doçura.
Não me traduzam carinho ou cumplicidade.
As palavras nada sabem desse olhar.
Porque não me convencerão
as meias certezas.
Um amigo transparece até às defesas
faz o mundo parecer um lar.

http://yohanarinnardi.blogspot.com

Anúncios

Sobre daurabrasil

Experimento a quietude e adentro meu sítio íntimo. Amplio a sensibilidade... E, com liberdade, encontro-me com a Poesia. Situo ainda algumas questões e o que elas implicam... Sem anular o pensamento, ouso revelá-las, refletindo o sentir e o consentir. (Daura Brasil) * * *
Esse post foi publicado em As palavras nada sabem desse olhar, Data Comemorativa, Dia do Amigo, Poesia e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s