A IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA NA CONSTRUÇÃO DA NÃO VIOLÊNCIA

                                        

 A Importância da Família  na Construção da Não Violência

 

A violência está em tão alto grau impregnada no nosso cotidiano, que se tornou comum para a maioria das pessoas. Através da mídia deparamos com fatos, imagens e atitudes que nos tomam de espanto e nos levam mesmo a uma triste sensação de impotência, diante da gravidade da situação que estamos presenciando. Ela está estampada em todos os cantos…

 

Torna-se ainda mais grave, se permitirmos que principie dentro da nossa casa, donde, muito possivelmente, continuará sua marcha para as ruas, escolas, centros recreativos, campos de futebol, trânsito, ambiente de trabalho… E, depois de atuar em tantos outros lugares e ocasiões, retorna para o espaço sagrado – o seio da família!

 

Uma vez que se constata o risco de o processo ocorrer em tal ordem, fica bastante claro, que é imprescindível preservar a nossa primeira e mais importante instituição: a família! Detentora de papéis fundamentais no direcionamento da criança, além de geradora de afeto desde os primeiros momentos, representa a célula mater da sociedade.

 

A propósito, um casal, antes mesmo de se unir pelo matrimônio, deve preocupar-se não só com a essencial e respeitosa afeição de um pelo outro, e na decorrente vida conjugal… Mas, com ampliada sensibilidade, ter em conta também, o valioso fruto que brotará desse vínculo. E, refletindo sobre a delicada incumbência de contribuir para a formação da sua identidade, assegurar sua proteção psicossocial e a adequação a uma cultura, transferindo valores e princípios que objetivam alcançar seu desenvolvimento completo e saudável.

 

Assim, desde o início, seria desenhada uma estimada trajetória na construção da não violência, pois o mundo em que vai ser inserida a pequena criatura, que nem sempre estará sob os olhos atentos dos pais, encerra complexidade… Contudo, será menos crítico, se for nutrida com especial e preciosa atenção no aconchego da família.

 

A criança é como um mimoso recipiente que fica repleto de água pura e cristalina se for bem cuidada. Aclarada e fortalecida, não irá se deixar abater, facilmente, diante da sombra da violência… – seguirá um caminho iluminado com o arco-íris do amor!

 

O comprometimento sutil dos pais, através dos anos, ao exteriorizar o seu amor, plantando sementinhas, precisa ser também, o de colher da salutar plantinha que, regada com a água pura do desvelo familiar, viceja, floresce e com transcendência, frutifica enriquecidas e novas experiências…  

 

Com refinada junção de intenções, cria-se um oásis com feição da paz, que flui harmonioso no deserto da violência, tornando-o fértil com a profícua e alegre arte de viver!

© Daura Brasil

Anúncios

Sobre daurabrasil

Experimento a quietude e adentro meu sítio íntimo. Amplio a sensibilidade... E, com liberdade, encontro-me com a Poesia. Situo ainda algumas questões e o que elas implicam... Sem anular o pensamento, ouso revelá-las, refletindo o sentir e o consentir. (Daura Brasil) * * *
Esse post foi publicado em Reflexão. Bookmark o link permanente.

4 respostas para A IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA NA CONSTRUÇÃO DA NÃO VIOLÊNCIA

  1. Marjoriee disse:

    Olá Daura querida,desde a época de faculdade eu já tinha minha opinião formada,de que a marginalidade só seria extinta a partir da boa educação moral e religiosa,dentro dos princípios básicos da familia e qual é minha tristeza ver todos os diasa violência se alastrando mais e mais, e não somente nas classes mais pobres, nas periferias,onde a formação chega com mais dificuldade, mas também nas classes médias e altas…pessoas se agredindo, se matando por tão pouco.Jovens sem senso moral e ético,que começa agredindo em casa, com os amigos, rompem a sua cercania e passampara o lado de fora, e aí minha amiga…só Deus…para trazer esse filho vivo de voltapara casa…muito triste..hoje na missa das 17 horas o padre nos alertou sobre as dificuldadesque vamos passar daqui para a frente, que o mal irá bater de frente contra o bem e não seráfácil! Seu post é de uma profundeza enorme Daura e muito certo, o amor, o carinho, a educação, o zelo, o respeitopelo próximo começa em casa…se em casa não cuidarmos desses valores, nossos filhos sofrerãomais e mais, pois o mundo lá fora é tirano, não perdoa…e a pedra pode voltar contra aquele quea arremessou, se encontrar uma barreira pela frente…é triste, mas é uima realidade, as familiasprecisam se conscientizar e ensinar os filhos a AMAR E RESPEITAR SEU PRÓXIMO, ou então poderão chorar lágrimas de sangue…um beijo…feliz semana…eu comosempre, não consigo ser resumida rss..

  2. Daura disse:

    Marjoriee, seu comentário procede! A presença efetiva da família é mesmo importantíssima e necessária para enfrentarmos o que estamos vivenciando e tudo o que ainda está por vir, muito bem colocado por você. Amiga, obrigada por sua presença e palavras gratificantes. Tenha uma semana promissora! Bjs

  3. Nara linaressa disse:

    a familia tem que ter a uniaõ entre parentes e colegas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s