Natal! Tempo de Compartilhar os Afetos Mais Doces! II

Publicado em 2009/12/18 por daurabrasil

Natal! Tempo de Compartilhar os Afetos Mais Doces

Natal! Hino da Cristandade!
Festa Luz com Fragrância de Alegria!
Corações ornados com o sublime Amor
pulsam com Docilidade e Harmonia!

Natal Engrinaldado!!!
Sintonia entre o Espírito Natalino
e a Essência dos Poetas.

(Daura Brasil)

Natal Divino

Natal divino ao rés do chão humano,
Sem um anjo a cantar a cada ouvido.
Encolhido
À lareira,
Ao que pergunto
Respondo
Com as achas que vou pondo
Na fogueira.
O mito apenas velado
Como um cadáver
Familiar…
E neve, neve, a caiar
De triste melancolia
Os caminhos onde um dia
Vi os Magos galopar…

(Miguel Torga)

* * *
do que vejo céu

se houve o céu
mais bonito
quando o Cristo
deixou-se vir
o céu se ouve
e ouve a mim
quando eu sei
quando acredito
o céu que eu vi

do que vejo céu
do que é luz, em si
o céu, louve
e fique em mim
pra que eu seja seu
no que acredito
-o céu que existe
e está escrito
tem seu lugar
no que resisto
no que nasceu
a estrela no céu
tem a luz do Cristo

(Dinigro Rocha e Célia de Lima)
http://ave-poesia.blogspot.com

* * *
Se não Falas

Se não falas, vou encher o meu coração
Com o teu silêncio, e agüentá-lo.
Ficarei quieto, esperando, como a noite
Em sua vigília estrelada,

Com a cabeça pacientemente inclinada.
A manhã certamente virá,
A escuridão se dissipará, e a tua voz
Se derramará em torrentes douradas por todo o céu.
Então as tuas palavras voarão
Em canções de cada ninho dos meus pássaros,
E as tuas melodias brotarão
Em flores por todos os recantos da minha floresta.

(Rabindranath Tagore)

* * *
De tudo

Não há erro quando Te sintonizo
– de tudo,
há o tempo
e o que há de ser;
por tudo o que se sonha,
pelo bem de se querer.

Não há erro quando Te sintonizo
– de tudo,
há o tempo
e o que há de ser;
pelo que se constrói,
no bem de se aprender.

Não há erro quando Te sintonizo
– há o que se sonha,
o que se constrói,
o tempo
e o que há de ser.

(Célia de Lima)
http://ave-poesia.blogspot.com

* * *
Poema de Natal

Para isso fomos feitos:
Para lembrar e ser lembrados
Para chorar e fazer chorar
Para enterrar os nossos mortos —
Por isso temos braços longos para os adeuses
Mãos para colher o que foi dado
Dedos para cavar a terra.

Assim será nossa vida:
Uma tarde sempre a esquecer
Uma estrela a se apagar na treva
Um caminho entre dois túmulos —
Por isso precisamos velar
Falar baixo, pisar leve, ver
A noite dormir em silêncio.

Não há muito o que dizer:
Uma canção sobre um berço
Um verso, talvez de amor
Uma prece por quem se vai —
Mas que essa hora não esqueça
E por ela os nossos corações
Se deixem, graves e simples.

Pois para isso fomos feitos:
Para a esperança no milagre
Para a participação da poesia
Para ver a face da morte —
De repente nunca mais esperaremos…
Hoje a noite é jovem; da morte, apenas
Nascemos, imensamente.

(Vinicius de Moraes)
* * *

Anúncios

Sobre daurabrasil

Experimento a quietude e adentro meu sítio íntimo. Amplio a sensibilidade... E, com liberdade, encontro-me com a Poesia. Situo ainda algumas questões e o que elas implicam... Sem anular o pensamento, ouso revelá-las, refletindo o sentir e o consentir. (Daura Brasil) * * *
Esse post foi publicado em do que vejo céu, Natal, Natal Divino, Natal! Tempo de Compartilhar os Afetos Mais Doces! II, Poema de Natal, Se não falas e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Natal! Tempo de Compartilhar os Afetos Mais Doces! II

  1. Célia disse:

    Há Natal mais gostoso do que o dos afetos? Menina doce e linda! Para isso fomos feitos! :) Um beijo imenso, florido, com todos os votos de alegria, de saúde, paz, venturas!!! Deus abençoe! :)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s