Arquivo da categoria: Carlos Drummond de Andrade;

Almas Perfumadas

ALMAS PERFUMADAS… Tem gente que tem cheiro de passarinho quando canta. De sol quando acorda. De flor quando ri. Ao lado delas, a gente se sente no balanço de uma rede que dança gostoso numa tarde grande, sem relógio e … Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Almas Perfumadas, Carlos Drummond de Andrade;, Poesia, poesia | Marcado com | Deixe um comentário